Ouro Preto, 26 de Abril de 2017
Voltar

UPA de Ouro Preto recebe aparelhos de última geração.

Outras notícias.

Já estão funcionando na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) os novos e mais eficientes equipamentos utilizados para os casos de urgência e de emergência. Segundo o seu coordenador, o médico André Pereira Pinto, os aparelhos são os mesmos utilizados nos centros de tratamento intensivo e são essenciais para manter vivos os pacientes considerados gravíssimos.

           
A nova aparelhagem inclui os Monitores - Multiparametros, utilizados para avaliação dos sinais vitais do paciente, freqüência cardiovascular, oxigenação e eletrocardiograma. A UPA recebeu também modernos respiradores, responsáveis pela ventilação mecânica de pacientes, vítimas de acidentes cardiovasculares graves, infartos e comas. Outros equipamentos de vital importância também são os modernos aspiradores, utilizados no atendimento e na aspiração de pacientes com problemas de secreções.

           
Os novos equipamentos da UPA fazem parte do convênio assinado entre a Prefeitura de Ouro Preto e a Secretaria de Estado da Saúde para a construção do recém-inaugurado Complexo de Saúde Alberto Caran.

           
"Até pouco tempo atrás, alguns aparelhos eram emprestados à UPA, pelo SAMU (Serviço Médico de Urgência). Hoje o município já tem condições de prestar toda assistência a doentes graves por um período de 12 horas, até que eles sejam encaminhados aos CTI(s) da Santa Casa de Ouro Preto ou para hospitais em Belo Horizonte", afirma André Pereira.

_______________________________________________________________________________

mais notícias...


Centro de Atenção Psicossocial do Padre Faria presta assistência a 40 pessoas


Cerca de 40 pacientes estão freqüentando a recém-inaugurada unidade do CAPS-AD (Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e Drogas), localizado na Rua Nossa Senhora do Parto, 50 no bairro Padre Faria. Utilizando uma moderna metodologia e técnicas para a prevenção e tratamento dos dependentes de drogas, o CAPS-AD, é o primeiro instalado na região, e oitavo em Minas Gerais.

           
O CAPS-AD é uma inovação e um grande avanço para o tratamento e resgate dos pacientes vítimas do alcoolismo e das drogas. "Além dos pacientes, com idade entre 18 e 60 anos, seus familiares também recebem amparo da instituição", afirma o psicólogo Paulo Francisco, coordenador e um dos idealizadores do programa. "É um tratamento alternativo, que procura resgatar a auto-estima e a reintegração social do paciente. Entre os objetivos do nosso trabalho está a conscientização para que ele sinta a importância do tratamento", diz a enfermeira Mariana Augusta Sobral.

           
Além de um clínico geral, que atende todas às terças-feiras, o CAPS-AD conta com um psicólogo, um assistente social, um terapeuta ocupacional, enfermeiro, técnicos em enfermagem e um agente administrativo. Funcionando em um imóvel adquirido e inteiramente reformado pela Prefeitura, a instituição conta com consultórios médicos, sala de espera, salas para repouso equipadas com banheiros, auditório, refeitório, além dos locais onde funcionam as oficinas terapêuticas. 

            As ações do órgão são desenvolvidas em duas frentes: a preventiva e a assistencial, que cuida dos pacientes que recebem tratamento através das oficinas terapêuticas de cerâmica, artesanato, artes cênicas, educação física, ioga e massagens. Segundo a gerente do CAPS-AD, Josiane de Jesus Scorfield, atualmente 14 pessoas freqüentam as oficinas.

           
Entre os parceiros do CAPS-AD, estão instituições não governamentais, como a Lírios do Campo, Núcleo de Assistência para Toxicômanos (NATA), e entidades educacionais como a UFOP e o CEFET, além de escolas públicas e particulares. Todas as terças e quintas-feiras são realizadas as reuniões do Narcóticos Anônimos. 

No CAPS-AD todas as regras para uma boa convivência social são debatidas nas reuniões realizadas no auditório. "No trabalho para o resgate da auto-estima é importante que todos se sintam com se estivessem em suas próprias casas. É como uma família que se respeita, sabendo conviver com as diferenças de cada um de seus integrantes", afirma a gerente da instituição Josiane de Jesus.


Indústria de Equipamentos Automotivo confirma filial em Cachoeira do Campo


A Delphi Automotivo Systems do Brasil Ltda., empresa líder mundial em fabricação de chicotes elétricos automotivos, confirmou que vai implantar uma unidade no distrito de Cachoeira do Campo. De acordo com o diretor de Comércio e Indústria da Prefeitura, Antônio Carlos de Oliveira, o Toninho da Purina, inicialmente a área construída terá 6.776 metros quadrados, já com precisão de expansão.


A fábrica vai gerar entre 500 a 600 empregos, injetando cerca de R$ 20 milhões na economia da região de Cachoeira do Campo, com o pagamento de salários e de outros serviços. "Será um dos mais importantes investimentos realizado em Ouro Preto, nos últimos 40 anos", afirma Toninho.

           
Com uma área de 62 mil metros quadrados o Pólo Industrial de Cachoeira do Campo será implantado em um terreno adquirido pela Prefeitura, da Inspetoria São João Bosco, localizado nas imediações da Estrada do Cumbi, próximo à UPA de Cachoeira do Campo.

           
De acordo com o diretor de Comércio e Indústria, os entendimentos foram realizados com a Diretoria de Assuntos Corporativos e Novos Negócios da DELPHI, com sede em São Caetano do Sul, no Estado de São Paulo, que obteve o aval da matriz sediada nos Estados Unidos para a implantação da unidade de Cachoeira do Campo. "A estratégica localização geográfica do distrito e a disponibilidade da mão-de-obra na região foram fundamentais na escolha de Cachoeira do Campo para receber o empreendimento".  

           
O diretor também confirmou a realização de ações conjuntas da Comissão Municipal de Emprego e do SINE (Sistema Nacional de Emprego) para a capacitação de mão de obra colocada à disposição da DELPHI.

           
Na correspondência datada de 22 de setembro, o diretor de Recursos Humanos e Assuntos Corporativos da DELPHI, Martin Wells manifesta o propósito de que a nova unidade de Cachoeira do Campo entre em operação na primeira quinzena de fevereiro de 2009, "data está assumida com os nossos principais clientes".

Publicidade