Ouro Preto, 26 de Abril de 2017
Voltar

10 dicas para economizar combustível

 Devido a safra recorde de cana-de-açúcar no início do ano, o governo cortou impostos e aumentou a quantidade de álcool na gasolina, com o intuito de forçar uma queda no preço do etanol. A queda aconteceu, mas pouco desse resultado chegou ao consumidor final. Nas usinas, o preço do etanol caiu 20% entre abril e março de 2013, já nas bombas dos postos de gasolina, a estimativa é que a redução tenha sido de apenas 3%.

Para otimizar a economia é necessário que o motorista tome alguns cuidados. Carregar muito peso, usar o ar condicionado sem necessidade e pegar trânsito são apenas alguns dos fatores que causam gastos extras no bolso. "O consumo de combustível está relacionado com o estilo de dirigibilidade do veículo, ou seja, com o condutor", explica Milad Kalume Neto, Gerente de Desenvolvimento de Negócios da consultoria automotiva JATO Dynamics do Brasil. Abaixo, você confere dicas do especialista para andar mais e gastar menos.

Manter as janelas fechadas

Estudos indicam que o uso do ar condicionado é mais eficaz do que deixar o vidro aberto, especialmente trafegando em velocidade mais alta, devido a resistência do ar no veículo. Mas não abuse, o ar condicionado provoca um aumento de 20% no consumo de combustível.

Poupar dispositivos elétricos

Faróis auxiliares, limpadores de para-brisa, ar condicionado, entre outros devem ser utilizados apenas pelo tempo necessário. Esses dispositivos elétricos podem provocar um aumento de consumo de até 25%, se forem utilizados sem limitações.

Evite o trânsito

Quando possível, evite horários de pico e verifique se existem caminhos alternativos, com menos congestionamento, para chegar ao seu destino. Manter a velocidade do veículo constante ajuda a economizar combustível.

Nunca use ponto morto na descida

Descidas de serras ou montanhas não devem ser feitas em ponto morto. O certo é descer engrenado e sem acelerar. Assim, o sistema de injeção bloqueia o combustível ao motor evitando qualquer consumo. Ao usar o ponto morto, o motor continua funcionando em marcha lenta.

Evite carregar excesso de peso

O aumento do peso, aumenta a resistência com o ar e, consequentemente, o consumo. Bagageiros de teto, por exemplo, podem ser retirados quando não estiverem sendo usados.

Troque as marchas corretamente

Quando marchas mais baixas são usadas em alta velocidade e vice-versa, o motor consome mais combustível. Seguir as orientações do manual do veículo é uma boa dica para ter conhecimento da velocidade ideal para as trocas de marcha.

Manter os pneus calibrados

A pressão baixa nos pneus provoca aumento do consumo, além de desgastar o carro. O mesmo acontece se o veículo estiver desalinhado.

Evite acessórios não homologados pelo fabricante

Aerofólios, spoilers e outros aparatos aerodinâmicos não testados pelo fabricante também aumentam a resistência do ar e, consequentemente, o consumo de combustível.

Fazer a manutenção do carro regularmente

É necessário checar regularmente e substituir o que for necessário. Um motor desregulado provoca aumento de consumo, além de desgaste prematuro do veículo. Usar óleo correto e procurar sempre assistência técnica autorizada ajudam na boa manutenção.

Não é preciso aquecer o motor

Se o tempo estiver frio, um rápido aquecimento, de até 30 segundos, já é suficiente para seguir com o carro. Evite grandes acelerações ou alto regime de rotação, que aumentam o gasto de gasolina.

Publicidade